REVIEW CASA DE CRIADORES

Oi meus amoress!!

Sei que estou atrasado com esse #REVIEW, mas antes tarde do que nunca, não é?

Vamos dar uma pincelada no que foi esse Casa de Criadores, pois é um evento SUPER importante e bem pluralista, não posso deixar de comentar aqui!

#AHLMA:

Quem me conhece sabe o quanto eu amo e admiro essa marca pela sua pegada consciente de consumo da moda e do impacto ambiental. A Ahlma estreou na CDC e abriu o evento com seu desfile com a direção de Dudu Bertholini.

A coleção apresentada na passarela fala sobre o consumo e desperdício e para representar tal fala, eles fizeram um upcycling  de roupas antigas e doadas pela Associação Santo Agostinho, gente, PERFEITO!

Além disso, a coleção transitou entre os gêneros e todas as pessoas usavam todos os tipos de roupas, nada que eu já não esperava da marca e da direção!

 

#IGORDADONA:

Essa coleção foi feita para a marca francesa Blaze Supply e eu achei bem ousada, pois une a alfaiataria com um sportwear visto nas pistas de skate!

A alfaiataria é vista nos cortes, nos tipos de roupas e nos tecidos, desconstruindo essa ideia inicial de que alfaiataria só acontece quando se usa um blazer, por exemplo. Além disso, o mix de estampas, xadrez principalmente, a quantidade de cores também contribui para retirar o tom sério que temos sobre a alfaiataria.

Um destaque para a dualidade de acessórios, onde um suspensório (peça da alfaitaria) pode ser usado para carregar o skate, um MÁXIMO!

 

#DIEGOFÁVARO:

Todos já estão cansados de saber o quanto eu também amo essa marca, pois sempre falo e indico ela nos stories!

Mais uma vez Diego não decepciona no que apresenta na passarela e dessa vez sua inspiração foi a Data Limite prevista por Chico Xavier. A forma que ele colocou isso em sua coleção foi com a diferença de tecidos, com tecidos mais leves e tecidos mais pesados para retratar a paz e a guerra.

São vistas blusões com pelos, brim que parece couro, camisetas rasgadas, acessórios brutos de correntes, mochilas gigantes, que se assemelham na forma de um cilindro aquático, e uma collab maravilhosa dele com a Melissa que gerou o calçado da coleção.

 

#RAFAELCAETANO: 

Suas coleções sempre cruzam os gêneros ao criar uma mistura entre o feminino e o masculino. A beauty dos modelos já contava com sobrancelhas com com brilhos formando a cor do arco-íris e com cílios gigantescos que pareciam plumas.

A coleção é bem viva e com suas tradicionais peças, como o macacão, roupas com paetê e bomers coleridas, e agora apresenta também algumas peças diferentes como as parcas.

 

#KEN-GÁ:

Sempre atrelada à militância, a marca dessa vez se inspirou para sua coleção na Afrodite, uma mulher trans caminhoneira que passou pela sua transição aos 66 anos, e agora com 69 anos ela desfila para a marca na Casa de Criadores. Além disso, as diretoras criativas da marca fizeram um paralelo à visibilidade lésbica, ao relacionar com o termo caminhoneira.

E a coleção ficou com estampas de frases vistas em caminhões, porém mudadas para o feminino. Muitas franjas, tons vibrantes e até bota western.  Além de importante o ato da coleção, ela ficou linda!

 

#BRECHÓREPLAY:

Nesse ano, o Brechó Replay se voltou para cultura emo e as tecnologias! Eduardo Costa, o estilista, nomeou a coleção como Emoticons por se inspirar muito nos emojis usados nas redes sociais .

São customizações feitas com desenhos dos emojis, com desenhos animados que passavam na minha infância. Além disso, aparecem cintos de tachas, como víamos no início dos anos 2000 com a comunidade emo.

 

#RE-ROUPA:

Essa é a primeira vez da marca na Casa de Criadores e é mais uma que pratica o upcycling em 100% das roupas! Eles reutilizam todo tecido que é considerado lixo pela industrias grandes e fazem roupas com roupas, como diz a criadora do projeto, Gabriela Mazepa.

Se eu não tivesse lido sobre o projeto, eu jamais acreditaria que a marca trabalha em cima de upcycling, pois as roupas são perfeitamente bem feitas e acabadas, o design é impecável e eu achei a coleção INCRÍVEL, com tecidos novos e produções que são super tendências, como as mangas bufantes.

 

E aí, amores, o que acharam?
Estava morrendo de saudade de escrever aqui!

Beijinhos e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s